16 dezembro, 2005

12.º Ano - Exame de Português deve continuar obrigatório, diz CNE

O Conselho Nacional de Educação (CNE) rejeita que o exame de Português deixe de ser obrigatório em todos os cursos gerais. No entanto, o CNE acolhe todas as outras alterações que a tutela quer introduzir nas provas nacionais do 12º ano.

( 21:01 / 15 de Dezembro 05 ) .
Ler na íntegra a notícia na TSF.

4 comentários:

espl disse...

Concordo com o exame a Português. Esta é uma disciplina central no percurso escolar de qualquer aluno... e portanto deve ser avaliada. Quanto ao exame a uma discplina como filosofia só se compreende porque no anterior governo houve um grupo de pressão muito poderoso nesse sentido. Ainda bem que este governo veio a tempo de emendar o erro...

rui disse...

Também concordo com o exame final a português. OS alunos apresentam muitos lacunas a português, o exame funciona também como uma "motivação" acrescida para estudarem um pouco mais para a disciplina.

Ana Guimarães disse...

Não tenho dúvidas da importância da existência do exame a português. Realmente, o exame a filosofia também me parece despropositado... Claro que os professores de filosofia acharão o contrário. Mas não têm razão.

vs disse...

Serão os contributos apenas de professores de português? Se sim, seria interesaante ouvir os de filosofia (os visados). Ou me engano, ou isto ainda vai fazer correr muita tinta...